XIV American Continental Chess Championship 2019

XIV American Continental Chess Championship 2019

Partilhar com amigos

Francisco Carapinha Presidente da Federação Cabo-Verdiana de Xadrez, vai estar no XIV Campeonato Continental das Américas de 5 a 13 de Julho em São Paulo- Brasil, como árbitro da FIDE numa das maiores competições mundiais, tendo como palco o Hotel Dan Inn Planalto em São Paulo,

       O Brasil é a terra natal de um dos grandes jogadores de xadrez da história mundial. Henrique Mecking, popularmente conhecido como Mequinho, teve uma grande carreira no desporto, chegando a ocupar a 3ª colocação no ranking mundial. Sua brilhante ascensão e inúmeras vitórias o renderam diversos títulos, participações em grandes programas da televisão brasileira e até mesmo desfiles em carro aberto.

A sua carreira interrompida no auge por uma grave doença, Mequinho é hoje uma lenda viva, com uma história de muita fé, vitórias e lutas que marcaram sua vida. Conheça um pouco mais da história desse grande enxadrista brasileiro!

Nascido no dia 23 de janeiro de 1952 em Santa Cruz do Sul — RS, Mequinho teve uma infância diferente da dos garotos de sua época. Antes mesmo de aprender a ler, Mequinho já surpreendia a todos com sua incrível habilidade e inteligência diante do tabuleiro.

Já aos seis anos de idade, era fiel companheiro de seu pai, Paulo Hugo, no clube de xadrez da cidade, de onde rapidamente se tornou membro.

Aos 9 anos, Mequinho deu a primeira demonstração do brilhantismo e genialidade que o mundo do xadrez conheceria alguns anos mais tarde, ficando em segundo lugar em um campeonato regional disputado contra jogadores muito mais velhos.

Aos 12 anos sua carreira começou a deslanchar com a conquista do campeonato gaúcho de xadrez e já no ano seguinte, aos 13, Mequinho se consagrou campeão brasileiro.

Aos 15 anos de idade ele se tornou o mais jovem jogador a vencer um campeonato continental, recorde batido ao vencer o campeonato Sul-Americano de 1967. Essa conquista concedeu a Mequinho outro feito, o de se tornar um dos mais jovens Mestres Internacionais da história do Desporto.

O espetacular desempenho do garoto prodígio durante sua infância e juventude pode ser comparado apenas com outros gigantes do desporto, como o americano Bobby Fischer, ex-campeão mundial e tido por muitos como o melhor de todos os tempos, e o russo Garry Kasparov, também ex-campeão mundial. Aos 18 anos Mequinho inclusive chegou a enfrentar Fischer, que já naquela época era considerado o mais forte enxadrista da história, mas o confronto terminou empatado. Veja as análises do GM Rafael Leitão sobre esta partida.  Alguns meses mais tarde eles se enfrentaram novamente e Fischer venceu uma famosa partida, começando com 1.b3.

Na escola, Mequinho também demonstrava ser um garoto acima da média e suas notas eram sempre excelentes, principalmente em matemática. Inicialmente sua mãe resistiu quanto à prática profissional do desporto, pois, esse menino brasileiro acabava por faltar várias aulas. Porém, diante de notas incontestáveis mesmo com tantas faltas, logo sua mãe se conformou e passou a apoiar a escolha do filho.

Brasil é o segundo país com maior número de jogadores FIDE na América!
Esse país da América do Sul está apenas atrás dos EUA, e com quase o dobro de jogadores da Argentina.

EUA 16.385.
Brasil 15.544.
Argentina 8.934.

O Sportsmídia sabe que o árbitro da FIDE e actual presidente da Federação Cabo-Verdiana de xadrez está muito orgulhoso e feliz, porque vai ser árbitro de um dos mais prestigiados torneios do planeta, e, acaba por ser uma honra para Cabo Verde que possui uma federação com poucos anos de existência. Além do mais com a participação nesse torneio internacional Francisco Carapinha terá possibilidades de ser promovido para árbitro de um outro nível. Com essa possibilidade de arbitrar nesse Torneio Internacional Carapinha vai ter a honra de cruzar no caminho de Mequinho esse Superstar do Xadrez brasileiro e mundial.

SPORTSMÍDIA

 

 

 

Partilhar com amigos

Comentários

comentarios

Leave a Comment

(required)

(required)

four × 1 =