Tapembol um jogo para todos, experimentado no Liceu Ludgero Lima

Tapembol um jogo para todos, experimentado no Liceu Ludgero Lima

Partilhar com amigos

O Tapembol é um “ jogo de todos” que tem como objectivo possibilitar a inclusão e a participação de todos por permitir que todas as pessoas, independente de privações físicas ou idade possam participar.

Este jogo fundamenta-se, basicamente, dando toques na bola até fazer o golo. O regulamento admite-se até dois toques para cada atleta, restringindo em um ou dois com bola antes que seja arremessada para outro colega, com este modelo faz que cada um precise do outro.

Tapembol é disputado num campo com seis jogadores de cada lado, um guarda-redes, dois jogadores na defesa, um central, um do lado direito e outro a esquerda, dando um toque, o máximo dois, de forma alternada e sem segurar, com o objectivo de fazer o golo.

A criação desse desporto nasceu ao se notar a necessidade de colocar em prática um jogo que pudesse explorar a capacidade física das pessoas, sem que elas tivessem de ter habilidades específicas, como é necessários noutros desportos.

Essa modalidade foi criada em 2007, na Cidade de Caeté em Minas Gerais, pelo professor de Educação Física Marco Aurélio Cândio Rocha, com objectivo de gerar essa inclusão social.

A professora de Educação Física Liliana Fonseca, disse ao Sportsmídia que depois de algumas pesquisas deparou com o Tampebol, e, entrou em contacto com esse professor brasileiro, e explicou-lhe como estava a chover foram para um recinto coberto o campo era pequeno, pois, essa modalidade pratica-se num recinto de andebol, daí ter muitas regras do Andebol um guarda-redes e seis contra seis, aliás, desde dessa altura os alunos têm tido uma resposta bastante entusiasmante, a ponto de terem pedido a professora Liliana Fonseca, a possibilidade de organizar um Campeonato Nacional, entretanto, Cabo Verde com essa experiência no Liceu Ludgero Lima tem tido, é o oitavo país no mundo a praticar esse desporto.

Com a impossibilidade de utilizar o campo de basquetebol que está a sofrer obras de beneficiação, a professora Liliana Fonseca levou os alunos do 11º Ano, masculinos e femininos para um campo de andebol e adoraram praticar essa modalidade, o que torna mais motivante para professora Liliana Fonseca apostar forte nessa modalidade.

O Tampebol tem um papel fundamental na finalização, pois, tem um remate muito parecido com o Voleibol e ajuda os alunos muito nesse capítulo, além de dar uma grande mobilidade a aqueles que têm alguma dificuldade motora.

         SPORTSMÍDIA

 

Partilhar com amigos

Comentários

comentarios

Leave a Comment

(required)

(required)

8 − 6 =