Rui Lima tenista que começou aos 8 anos de idade

Rui Lima tenista que começou aos 8 anos de idade

Partilhar com amigos

Rui Lima veio a São Vicente participar num Torneio Internacional de Ténis, organizado pela Federação Cabo-Verdiana de Ténis, jogou viu e venceu, pois, é um regalo ver este miúdo jogar ténis.

Começou a praticar essa modalidade aos 8 anos de idade, quando mudou do Continente para os Açores. Jogava basquetebol, mas chegando nesse arquipélago e a única pessoa que conhecia era o primo Tiago que também esteve no Torneio Internacional atrás referenciado, decidiu jogar ténis. A vontade de competir e o amor que foi adquirindo para a modalidade motiva-lhe para jogar cada vez mais com mais vontade.

Rui Lima nos últimos anos do Liceu, segundo ele quando se decide o que queremos fazer na vida, e, com a dificuldade que tinha em conciliar os estudos (Faculdade) com os treinos e competição esteve mesmo para abandonar.

Mas ao descobrir a possibilidade de poder jogar nos Estados Unidos, com uma bolsa de estudos e ao mesmo tempo estudando o que mais queria, deu-lhe força para agarrar ao ténis, e tentar alcançar o seu objectivo, o que conseguiu e faz parte da sua vida.

O ténis transformou a sua vida radicalmente, pois, crescendo nos Açores encontrava algumas dificuldades em competir ao mais alto nível, que é muito mais fácil no continente devido ao grande número de torneios e a facilidade de participar neles onde ganha ritmo de competição e experiência. Por isso, que desde os oito anos habituou a viajar para Lisboa para participar em torneios, o que tornou mais difícil conciliar os estudos com a competição, o que lhe fez aprender, que podemos dividir bem o tempo, pois, apesar desses constrangimentos conseguiu manter um bom nível de ténis, ser um dos melhores alunos da sua escola, e, mesmo assim ter tempo para se divertir no ténis.

Em termos de títulos Rui Lima disse ao Sportsmídia que não tem nenhum assim em especial, mas tem mais de 30 títulos em carteira, e, o que lhe marcou talvez mais foi uma meia final de Sub-16 com o seu primo Tiago Neves, pois são filhos de dois irmãos ( Tony e Paulinha Neves) filhos de Toy e Lola Neves. Rui Lima sempre foi um dos melhores jogadores do Açores, tendo participado em torneios em Espanha e Noruega.

Apesar do seu aproveitamento escolar sempre foi desencorajado por professores da prática de deporto de alta competição. Mas os seus pais sempre lhe apoiaram, mesmo quando fazias das suas, próprio da idade, nunca lhe deram o castigo de não jogar ténis.

Esse jovem e brilhante tenista deixa uma mensagem muito bonita aos tenistas cabo-verdianos, que quando se gosta de uma modalidade desportiva, como o ténis, que a seu ver só traz aspectos positivos aos seus praticantes, nada de desânimos, para sonharem alto, para não desistirem, porque existem bons talentos, e, mais importante tem que haver vontade em vencer.

Desejamos as maiores felicidades a esse jovem tenista e façamos um apelo as autoridades desportivas nacionais, para não perderem de vista esse grande talento cabo-verdiano.

SPORTSMÍDIA    

 

Partilhar com amigos

Comentários

comentarios

Leave a Comment

(required)

(required)

three × 2 =