Reunião sobre o Nacional valeu apenas pelo convívio, Mário Avelino Donnay

Partilhar com amigos

A reunião tripartida que a Direcção da Federação de Futebol realizou ontem (05) na Capital com as Associações e os clubes Ultramarina, Mindelense e Sporting da Praia sobre o impasse das meias-finais do Nacional, não chegou a conclusão nenhuma.

De acordo com o presidente da Associação de Santiago Sul em declarações ao SportsMídia o encontro foi um desperdício de tempo e dinheiro. “Aproveitamos foi para conviver porque não era uma Assembleia mas sim uma reunião qualquer” critica Mário Avelino Donnay.

O líder da maior região desportiva do País avançou ainda que não houve consenso, que os clubes mantiveram suas posições e as Associação demarcaram de todo o imbróglio a volta do Campeonato Nacional, segundo ele criado pela Federação.

“O Sporting manteve sua posição e pode jogar. O Mindelense através do seu representante que não tinha mandato para decidir fica a espera da decisão da Federação. O representante da Ultramarina, o advogado Armindo Gomes disse que mantem-se a posição assumida publicamente pelo presidente do clube”.

Donnay chama atenção que todas as decisões serão da responsabilidade da Federação na pessoa do presidente da Direcção, Victor Osório e serão de acordo com os regulamentos e não resultantes de um consenso entre clubes. “Não tentemos ludibriar a opinião”, alerta.

Contactados por este diário desportivo, os presidentes da Ultramarina e do Mindelense confirmaram que a reunião foi inconclusiva.

Simoni Soares disse que segundo foi informado pelo representante do Ultra a qum delegou poderes não se chegou a nenhuma conclusão. “Mantemos a posição de jogar apenas a primeira mão. Estamos preparados para receber o Mindelense a qualquer data que for marcada e aguardar para defender a segunda mão que já jogamos”.

Já Daniel Jesus avançou que a decisão vai no sentido de fazer os jogos e agora o Mindelense está a espera de alguma iniciativa da FCF para poder posicionar porque têm de materializar uma série de coisas para as partidas poderem acontecer, tais como reserva de viagem.

Questionado sobre a posição da Ultramarina que defende jogar apenas a primeira mão, Jesus respondeu que aquilo é jogada do clube. “Eles estão a dizer isso agora mas se formos a São Nicolau eles virão jogar em São Vicente sem problemas”, acredita.

Partilhar com amigos

Comentários

comentarios

Attachment

Leave a Comment

(required)

(required)

3 × 2 =