Jailson Oliveira não bate o recorde por apenas 5 minutos

Jailson Oliveira não bate o recorde por apenas 5 minutos

Partilhar com amigos

Jailson Manuel Duarte Oliveira, atleta nascido em São Vicente, de 36 anos de idade, venceu a Edição 2019 da Ultramaratona Internacional Boa Vista Ultratrail “150 km non Stop” com o segundo melhor tempo de sempre, 18,13 horas.

Jailson Oliveira, que antes enfrentou a dureza de uma viagem de barco até a ilha da Boa Vista, cruzou a meta com uma diferença abissal em relação ao segundo classificado de 5 horas.

Por pouco, não bateu o recorde da prova, que pertence a um ultramaratonista de nacionalidade espanhola que fez o percurso no tempo de 18 e 8 minutos.

Esse atleta não é corredor profissional, tinha feito apenas algumas corridas em São Vicente, mas nunca em competições no mundo do atletismo.

Entretanto, a partir de 2015, viajou para Portugal e começou a fazer trail, que é uma corrida diferente porque não é feito na estrada, mas sim em montanhas e na areia.

Jailson Oliveira correu com cerca de meia centena de atletas nos 42, 75 e 150 quilómetros, sendo que, esta última contou ainda com a participação do internacional José Daniel Cabral, que acabou por desistir.

Em segundo lugar ficou o italiano Kadija Tigers com o tempo de 23h44 e, em terceiro, Corrado Buzzolan, com 25h30.

No feminino, as vencedoras, nos 150 km, foram Francesca Billi e Mattea Gracia, e, as duas cruzaram a meta com o tempo de 31,08 horas.

O Sportsmídia sabe que a prova, é organizada pela Associação Ultramaratona da Boa Vista, liderada pelo italiano Pierre Scaramelli, que acumula as funções de seleccionador de Cabo Verde desta disciplina, e, pela Associação Italiana da modalidade.

SPORTSMÍDIA

Partilhar com amigos

Comentários

comentarios

Attachment

Leave a Comment

(required)

(required)

8 − seven =