Irani Fortes a mulher que sonha com uma CAN e um Mundial

Irani Fortes a mulher que sonha com uma CAN e um Mundial

Partilhar com amigos

As tradições machistas que sempre limitaram a participação das mulheres nos diferentes desportos, não conseguiram impedir suas acções, uma vez que as normas e preconceitos foram sendo derrubado por inúmeras delas ao logo dos anos.

A evolução é silenciosa, no qual o desporto moderno, aos poucos vem abrindo espaço não apenas para os homens, mas também para elas em todos os níveis, sejam como atletas ou como integrantes das equipas de arbitragem no futebol.

Nesse sentido, a presença da mulher no meio futebolístico vem ganhando dimensões diferentes, mundialmente, nas últimas décadas, pois, há muito que as mulheres estão presentes no futebol, como praticantes ou a assisti-lo.

Irani Chantre Fortes é arbitro assistente já com algum traquejo quer regional quer nacional,  além de já ter experimentado um jogo internacional, nascida em São Vicente, na zona da Ribeira Bote, para além de ter praticado futebol teve sempre uma grande paixão para a arbitragem, pois, achava-a interessante.

Ela fez o curso no ano de 2006 e tornou-se internacional como árbitro assistente em 2012, estando 12 anos na arbitragem.

Irani Fortes garantiu ao Sportsmídia que a sua maior felicidade na arbitragem foi quando esteve no jogo Argélia-Quénia, portanto, no único internacional que fez até então.

Em 2018 foi árbitro central num jogo que também a marcou muito na sua carreira.

Fortes tem dois árbitros de referência em Cabo Verde o internacional cabo-verdiano António Rodrigues da ilha do Sal e Alcídia Santos de São Vicente, que sem rodeios assume como seus fãs.

Já efectuou como árbitro assistente um jogo internacional, e, vários jogos regionais e nacionais, vezes sem conta.

Irani Fortes quer chegar o mais longe possível na arbitragem, se possível estar num Campeonato De África das Nações ou num Campeonato do Mundo de Futebol, deixando conselhos aos colegas só isso será possível, com força, humildade, e, se possível com muita dignidade e carácter.

Antes dos jogos (qualquer competição), ela fica sempre normal, devido a experiência adquirida.

SPORTSMÍDIA

Partilhar com amigos

Comentários

comentarios

Leave a Comment

(required)

(required)

12 − six =