Giovanny Ramos quer ser jurista

Giovanny Ramos quer ser jurista

Partilhar com amigos

Giovanny Ramos Andrade Delgado, tem 20 anos de idade, posição extremo/base, tendo os lançamentos como o seu ponto forte. Estuda Direito na Universidade do Mindelo.

O seu primeiro contacto com o basquetebol foi com o treinador Batata (na altura era treinador da equipa do All Blacks), e, foi ele o seu primeiro motivador insistindo para que comparecesse nos treinos.

Na altura ele tinha 12 anos, e, participou no Campeonato Regional de Juvenil e ao mesmo tempo nos Júniores, pois, ele treinava com os seus colegas e depois com os mais velhos, caso do falecido “Mackna” (que na altura lhe inspirava muito pela sua habilidade técnica e física), Eros, Zidane, Rot entre outros.

Giovanny disse ao Sportsmídia, que a sua trajectória no basquetebol foi muito prejudicada, pois, a mãe não lhe deixava comparecer em todos os treinos (assim era no futebol) mas mesmo assim sempre que pudesse praticava e também pela sua falta de decisão, ou seja, não sabia o que queria concretamente.

No ensino secundário (Liceu Ludgero Lima) que essa paixão pelo basquetebol aumentou devido aos seus colegas que praticavam essa modalidade, caso do Macky Silva (era um dos motivos, para que, ele desenvolvesse suas habilidades, pois, ele sempre foi mais desenvolvido, era seu rival nas aulas de Educação Física, mas fora do campo são grandes amigos).

Nessa altura, foi para a equipa do Cruzeiros dos Norte, liderada por Guelass e Ribu.

A Escola de Rodrigo Mascarenhas, Macky fez-lhe  um convite para ir fazer alguns treinos ali para ver se enquadrava, mas ao conhecer o treinador Sarda, tudo mudou de figura, mas tinha muitas restrições para treinar, portanto, acabou por ficar o prejudicado.

O treinador Sarda conhecendo as potencialidades do jovem Giovanny Ramos, convidou-lhe, para ir para a sua escola de basquetebol, tendo participado no Campeonato Regional de Juniores durante dois anos, mas uma lesão grave bateu-lhe à porta, tendo sido operado ao joelho esquerdo , afastando-lhe durante muito tempo dos recintos, mas o seu único pensamento quando estava internado, era se voltaria a jogar  basquetebol a sua grande paixão.

Com o passar do tempo com muito entusiasmo, voltou a jogar mas com algumas limitações, tendo feito a sua estreia como senior, na Escola de Basquetebol do treinador Sarda, onde jogou durante dois anos.

Chegou o momento de ingressar na Universidade do Mindelo para estudar Direito, e, o horário de treino ficou comprometido com as aulas logo teve que sair da Escola de Basquetebol do Sarda, procurando outra equipa (All Blacks), porque queria conciliar os estudos com o desporto.

Confessa que gostaria muito de viver jogando basquetebol e o seu sonho é ser chamado a Selecção Nacional, pois, esse grande lançador, gostaria de aperfeiçoar muito mais esse pormenor, tendo como ídolo e jogador motivador, o astro da NBA chamado Stephen Curry.

No basquetebol o momento mais feliz, foi uma final inter-liceus o Liceu Ludgero Lima se sagrou campeão.

Humildemente, reconhece que toda a sua trajectória nessa modalidade, deve-se ao treinador Sarda, que além de técnico, é um conselheiro, amigo, uma grande pessoa e grande amante da modalidade.

Giovanny Ramos foi avisando, o basquetebol é um desporto, que exige muita disciplina e respeito para com os adversários, árbitro, treinadores e também colegas da equipa.

Deixando uma mensagem, para os que praticam essa modalidade, não devem focar muito nos erros dos árbitros, treinadores ou colegas, sabendo que todos erram, preocupando-se na evolução pessoal como jogador, porque só assim os resultados serão melhores e haverá um melhor basquetebol em São Vicente.

SPORTSMÍDIA

 

Partilhar com amigos

Comentários

comentarios

Attachment

Leave a Comment

(required)

(required)

1 × five =