Dia de 5 de Abril segunda-feira, depois de um domingo de Páscoa, logo cedo recebi duas notícias tristes, perdi um amigo Calú que eu vi jogar na Académica do Mindelo e no Sporting da Praia, um valoroso avançado, que não gostava de perder nem aos feijões.

Mas estava destinado que a minha tristeza não ficaria por aí, duas horas mais tarde recebo um telefonema da Praia, mas não consegui atender porque estava a conduzir, e, passados alguns instantes a minha mulher disse-me, tenho uma notícia triste para te dar, o Tio Tchibita, como ela carinhosamente lhe tratava, não aguentou.

Imaginem como fiquei. O mundo caiu em cima de mim. Foram as minhas primeiras palavras coitado do Scopelli, pois, como me disse o meu amigo Carrilho, o Tchibita era um ” PAI”, para ti, e, todos sabem disso.

Gil Resende Barbosa Fernandes, Tchibita para muitos, Scopelli, para mim, Balão, Hugo entre outros.

Um homem do futebol, treinador, campeão pelo Boavista, um homem do povo, gostava dos seus amigos.

Jorge Pedro Sequeira Évora, disse ao Sportsmídia que ele está destroçado, pois, Tchibita era o seu treinador predilecto, estiveram juntos durante vários anos ( vinte e tal), inclusivamente, primeiro foi preparador físico do clube e depois presidente da direcção, e a amizade entre os dois, era indestrutível.

No Boavista ele foi campeão vários anos e chegou a treinar a Selecção de Santiago de Futebol, para além de ter sido presidente da direcção da Associação Regional de Futebol de Santiago Sul.

No longíquo ano de 1987, ele fez uma promessa, se for campeão nacional, o jogo era em São Nicolau, abandonarei o futebol como treinador e cumpriu.

Gil Barbosa Fernandes assistiu ao vivo, alguns Campeonatos do Mundo, pois, era um apaixonado pelo desporto-rei.

A Associação Regional de Futebol de Santiago Sul (ARFSS) homenageou-o  no Estádio da Várzea, na qualidade de antigo presidente da associação e treinador, com a atribuição do seu nome à Supertaça Santiago 2018/19.

A homenagem foi no jogo da Supertaça Santiago Sul, prova que abre a época futebolista na região desportiva de Santiago Sul, entre a Académica da Praia e o Sporting da Praia, campeão regional e vencedor da taça de Santiago.

Tchibita, como é tratado no mundo futebolístico, tem uma larga passagem pelo futebol cabo-verdiano, tendo-se destacado, sobretudo como treinador do Boavista Futebol Clube da Praia, nos anos 80/90, para posteriormente assumir a liderança da ARFSS.

A Académica e o Sporting da Praia, por capricho do destino viriam a disputar a Supertaça, jogo da Supertaça Cabo Verde por força das vitórias no Campeonato Nacional e na Taça Cabo Verde, respectivamente.

Scopelli deixou-nos, mas ficarão as gratas recordações (que são muitas), pois, tenho e terei sempre orgulho da nossa amizade. Tu eras uma boa alma, a terra será leve.

Eu também estou de luto, mas a família directa, mulher, filhos, netos e amigos (Lecy), a Associação Desportiva, Recreativa e Cultural Sports Mídia, apresenta as mais sentidas condolências.

 

SPORTSMÍDIA