Tubarões Azuis completaram uma década

Partilhar com amigos

A Seleção Nacional de futebol passou a ser conhecida por Tubarões Azuis, há dez anos. Atribuído pela imprensa camaronesa, o nome seguiu a lógica das seleções africanas que são batizadas com alcunhas lembrando animais característicos dos respectivos países.

Ele foi divulgado na mídia cabo-verdiana pela primeira vez, no dia 31 de maio de 2008, pelo jornalista Moisés Évora durante o relato da partida que Cabo Verde perdeu por 2 a 0 com os Camarões em Yaoundé, golos de Rigobert Song e Samuel Eto’o de grande penalidade.

Moisés contou ao SportsMídia que chegou nesse dia para fazer cobertura da partida e durante uma entrevista, foi informado por Lúcio Antunes que na época era Adjunto que estavam a ser chamados Tubarões Azuis (Blue Shark).

O jogo que foi assistido por vinte mil espetadores contou para a primeira jornada do Grupo 1 do apuramento conjunto para a Copa de África, Angola e Mundial, África do Sul, ambos em 2010.

Entraram para a história como os primeiros Tubarões Azuis:

12 – Ernesto (Gr); 2 – Gilberto, 3 – Ricardo, 4 – Guy Ramos e 6 – Nando; 5 – Roni, 7 – Nené (8 – Carr, 65′), 17 – Gabey e 11 – Lito [Cap] (18 – Silvino, 80′); 15 – Cecílio e 11 – Dady (9 – Toy, 66′)

Não Utilizados: 1 – Fock (Gr), 14 – Hernani e 16 – Stopira

Partilhar com amigos

Comentários

comentarios

Attachment

Leave a Comment

(required)

(required)

one − 1 =