F.C.F condenada a indemnizar e a reintegrar antigo Secretário Geral

Partilhar com amigos

O Tribunal da Comarca da Praia Juízo do Trabalho condenou a Federação Cabo-verdiana de Futebol declarou ilegal, o despedimento do antigo Secretário Geral, Adilson Gonçalves.

Gonçalves que trabalhava na F.C.F desde 2012, foi despedido pela Direcção liderada por Victor Osório que no seu lugar colocou Dan Graça.

Devido a ilegalidade do despedimento, a F.C.F foi condenada a reintegrar o antigo Secretário com a mesma categoria e antiguidade.

Também a instituição que gere o futebol nacional terá de pagá-lo as retribuições desde o despedimento até a integração, totalizando um valor que ronda os mil e setecentos contos.

Ainda a sentença diz que caso obste a reintegração, a Federação é obrigada a pagá-lo além das retribuições — cerca de 1.700 contos — uma indmenização de antiguidade correspondente a dois meses de salário por cada ano de serviço.

A decisão foi em primeira instância e a F.C.F ainda pode recorrer.

Partilhar com amigos

Comentários

comentarios

Attachment

Leave a Comment

(required)

(required)

eighteen + 10 =