Federação Cabo-Verdiana de Esgrima pode ser filiada na Federação Mundial da Modalidade

Federação Cabo-Verdiana de Esgrima pode ser filiada na Federação Mundial da Modalidade

Partilhar com amigos

A Federação Cabo-verdiana de Esgrima deverá ficar filiada na Federação Internacional da modalidade dentro de dois meses.

Cabo Verde recebeu dois especialistas internacionais numa missão inspectiva, um deles, era o Presidente da Federação Italiana de Esgrima, e, está convencido de que em Novembro Cabo Verde vai passar a integrar essa organização e que será uma mais-valia.

Segundo o presidente da Federação Italiana de Esgrima, tudo se conjuga para que a Federação Mundial vai aprovar a entrada da é uma mensagem cultural, de integração. Cabo verde estará ao lado de grandes federações, como a da França, dos Estados Unidos, da Rússia, não para lutar por medalhas nas olimpíadas, mas sim para promover a cultura do esgrima, promover o crescimento dos mestres e ser uma modalidade sólida no contexto do desporto cabo-verdiano.

O Sportsmídia além do Presidente da Federação Italiana de Esgrima, integrou a visita inspectiva, o presidente da confederação africana dessa modalidade.

O Senegalês ficou impressionado com o empenho que disse ter notado por parte da Federação em implementar o Esgrima aqui no país.

 O que notamos foi uma grande vontade da Federação… uma grande vontade também do Comité Olímpico e de outras entidades desportivas deste país.

Estivemos em visitas no terreno e estamos verdadeiramente convencidos que dentro de dois ou três anos Cabo Verde fará parte do grupo de países onde o Esgrima é praticado regularmente.

Desde logo porque já existem 4 clubes, na Praia, São Vicente e Sal. Já há instrutores formados pela Itália, e também há já equipamentos.

Tudo isso são recurso que por exemplo a Federação do Senegal não tinha quando começou

O presidente da Federação Cabo-verdiana de Esgrima considera que a visita inspectiva dos presidentes da federação italiana e da confederação Africana de Esgrima marcam uma viragem no processo de implementação da modalidade aqui no país.

Isaías Brito acredita que as condições estão criadas para um efectivo desenvolvimento da modalidade aqui em Cabo Verde.

No próximo mês de Novembro acontece o Congresso da Federação Internacional de Esgrima, em Lausane, na Suíça.

Nessa reunião, a Federação Cabo-verdiana deverá ser aceite como membro da instância que gere o Esgrima a nível mundial.

SPORTSMÍDIA

Partilhar com amigos

Comentários

comentarios

Leave a Comment

(required)

(required)

11 + 14 =