Desporto Paralímpico São Vicente arrecada 27 medalhas nas várias modalidades

Desporto Paralímpico São Vicente arrecada 27 medalhas nas várias modalidades

Partilhar com amigos

A Federação Cabo-verdiana do Desporto Adaptado (FECAD) em parceria com o Comité Paralímpico de Cabo Verde o IX Campeonato Nacional Paralímpico (CANADEP’2019) foi realizado sábado e domingo no Estádio Nacional e nas imediações da Quebra Canela, com a participação de mais de cem atletas, teve nota positiva da organização.

A comitiva mindelense era composta por 18 atletas, e,  revalidou, este domingo, 01, de Dezembro, na Cidade da Praia, o título de Campeão Nacional do Desporto Paralímpico, ao conseguir arrecadar 27 medalhas nas várias modalidades.

O principal destaque vai para o atletismo invisual 100 metros, que coloca diretamente três atletas em provas internacionais.

Os 18 atletas mindelenses, conquistaram nas modalidades de Atletismo 100 metros, Levantamento de Peso e Corrida em Cadeira de Rodas, com um recorde de 27 medalhas, sendo 7 Ouro, 7 Prata e 13 de Bronze.

A atleta invisual Heidilene Oliveira, que se estreava este ano na prova e na categoria dos 100 metros em atletismo T-11.

Oliveira atleta de 27 anos, conseguiu ser a revelação da prova ao alcançar a Medalha de Ouro com o tempo recorde de 13.15 seg.

O Sportsmídia sabe que essa marca dá direito ao apuramento direto para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, parabéns a essa atleta.

Foi um ano especial para Edilene Oliveira que estreou na modalidade há menos de seis meses, onde alcançou logo o título de campeã regional.

Outro que marcou a diferença foi Marilson Semedo, atleta amputado de um membro inferior, revalidou o título nacional no levantamento de peso, categoria 90 kg (halterofilismo ao levantar 130 quilogramas) lançamento de peso (F-47) vólei e basquetebol em cadeiras de rodas em representação de Santiago Sul, teve uma grande participação, pois, a experiência que tem de vários palcos internacionais, além do trabalho árduo que efectuou nos ginásios em São Domingos e nos treinos livres no Estádio Nacional, afirmando que está focado em alcançar os mínimos para atingir os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Esse Campeonato Nacional foi um sucesso, e, é uma demonstração que o objectivo é a inclusão social dos atletas, onde prevaleceu o convívio, a amizade e a confraternização.

SPORTSMÍDIA

Partilhar com amigos

Comentários

comentarios

Attachment

Leave a Comment

(required)

(required)

17 − five =