Berona o melhor guarda-redes da Zona II em 1982

Berona o melhor guarda-redes da Zona II em 1982

Partilhar com amigos

João Augusto da Cruz, não diz nada, mas “Berona”, é conhecido por todos por ter sido considerado o melhor guarda-redes, da Zona II do Conselho Superior do Desenvolvimento Desportivo em África, aquando da Taça Amílcar Cabral em Cabo Verde, nasceu a 29 de Abril de 1955, tem 65 anos de idade.

A Associação Académica do Mindelo, na altura andava à caça de novos talentos, e, foi buscá-lo no Grémio Desportivo Amarante (uma época), capricho do destino, foi extremo esquerdo durante os primeiros três ou quatro jogos.

Berona foi inscrito na Associação Académica do Mindelo no ano de 1976, e, 16 anos depois pendurou as botas, com 38 anos, deixou de jogar depois de regressar de uma digressão dos Estados Unidos da América.

Jogou várias vezes na Selecção de Cabo Verde e nos mistos na ilha que o viu nascer, ou seja, aqui em São Vicente.

Na Selecção de Cabo Verde, participou em três Taças Amílcar Cabral, em 1979 na Guiné Bissau, em Cabo Verde em 1982 e na Mauritânia em 1983.

Essa participação na Mauritânia, deixou-lhe uma grande marca, segundo Berona disse ao Sportsmídia, que no primeiro jogo, o outro guarda-redes era o “Neno” o seu compadre como lhe trata carinhosamente, aproveita para lhe enviar um grande abraço, que na altura tinha assinado contrato com o Sport Lisboa e Benfica, deixando uma grande carreira no Vitória de Guimarães.

Na Copa Cabral aqui em Cabo Verde no ano de 1982, Berona foi titular indiscutível:

No primeiro jogo, Cabo Verde venceu a Gâmbia por uma bola a zero, golo de John Júlia que infelizmente tem atravessado alguns problemas de saúde, já no segundo a equipa de todos nós venceu pelo mesmo resultado, uma bola a zero golo de Agostinho e no terceiro jogo, como a equipa já tinha o passaporte para a segunda fase com duas vitórias, Berona ficou no banco e foi substituído por Cadabra.

Nas meias finais jogo grande frente a Gâmbia, Berona foi herói até aos 87 minutos, altura que saiu fortemente lesionado, traumatismo craniano, momento que os gambianos aproveitaram para marcar o único golo do jogo.

Berona era um guarda-redes completo, muito concentrado e trabalhava muito nos treinos, forte entre os postes e fora deles, já na altura, por ter sido jogador de campo (extremo esquerdo), jogava muito bem com os pés.

Na Taça Amílcar Cabral em Cabo Verde no ano de 1982, foi considerado o melhor guarda-redes da Zona II do Conselho Superior do Desenvolvimento Desportivo em África.

Logo a seguir foi considerado o 5º melhor de África, razão mais que suficientes, para que, os amantes da bola não se esqueçam, deste que foi um guarda-redes que marcou a sua geração.

SPORTSMÍDIA  

Partilhar com amigos

Comentários

comentarios

Attachment

Leave a Comment

(required)

(required)

15 + 8 =