Arbitragem feminina no jogo Guiné Conacri-Zimbabwé

Arbitragem feminina no jogo Guiné Conacri-Zimbabwé

Partilhar com amigos

O jogo Guiné Conacri- Zimbawé que se realiza hoje, do Campeonato Africano das Nações, no Estádio Ahmadou Ahidjo, vai ter pela primeira vez na sua história uma mulher como árbitra Salima Rhadia Mukansanga do Ruanda de 35 anos de idade, que vai ter como auxiliares a camaronesa Carine Atemzabong e a marroquina Fatiha Jermouni, Var outra marroquina Bouchra Karboubi.

No jogo Guiné- Conacri-Malawi em Bafoussam, essa árbitra tinha se tornado a primeira mulher a integrar uma equia de arbitragem numa partida de futebol do CAN.

Salima Rhadia no ano passado foi a primeira ruandesa a apitar na história dos Jogos Olímpicos, em Tóquio.

No seu curriculum, que começou como profissional em 2012, constam o Campeonato Feminino Sub-20 da CAF-2017, Campeonato Feminino Sub-17 da CAF-2018 e o Mundial Feminino Sub-17 no Uruguai em 2018.

Esse jogo e os outros que se disputam hoje, têm muita importância para Cabo Verde, por causa de se saber quem serão os melhores terceiros.

O Sportsmídia apresenta as contas do Grupo B e C.

Grupo B

Às 15,00 horas:

Malawi (3 pontos +0)- Senegal (4 pontos +1) e Guiné Conacri (4 pontos +1)- Zimbabwé (0 pontos -2).

Às 18,00 horas:

Grupo C

Gabão (4 pontos +1)-Marrocos(6 pontos +3) e Gana ( 1 ponto -1)-Comores (0 pontos -3).

Os Tubarões Azuis como é sabido empataram ontem frente aos Camarões e têm neste momento (4 pontos, +0).

SPORTSMÍDIA

Partilhar com amigos

Comentários

comentarios

Attachment

Leave a Comment

(required)

(required)

five − one =