Pugilistas cabo-verdianos militares no Mundial na China

Pugilistas cabo-verdianos militares no Mundial na China

Partilhar com amigos

O pugilista olímpico cabo-verdiano Davilson Morais conquistou a medalha de ouro no Primeiro Campeonato Africano Militar de Boxe do Gabinete de Ligação da África Ocidental (OLAO), na Guiné Conacri.

O internacional cabo-verdiano sagrou-se campeão do Desporto Militar Africano na categoria super-pesado, ao vencer na final o sargento Ahmed Selou, boxeador da Guiné Conacri, que jogava em casa.

Davilson Morais, bolseiro de Solidariedade Olímpica e que procura a qualificação para os Jogos Olímpicos de Tókio’2020, torna-se assim o primeiro campeão africano na categoria super-pesados de boxe militar.

O atleta tornou-se olímpico em 2016 ao representar o país nos Jogos do Rio (Brasil).

Esse atleta vai estar no Campeonato do Mundo de Militares na China e vai consciente das dificuldades, mas com a firme determinação de trazer uma medalha para Cabo Verde.

O Sportsmídia sabe que para além de Davilson Morais, outro pugilista vai estar nesse Campeonato do Mundo na China de Militares, o Helder Varela que devido a forma intensa como se tem preparado garantiu-nos que vai cheio de fé e esperança que vai trazer uma medalha para o seu país, apostando mesmo na de ouro. Esses dois pugilistas atravessam um bom momento de forma e querem dignificar o país com dignidade.

Na foto Davilson Morais está no lado esquerdo e Helder Varela, consequentemente do lado contrário.

Prova que o desporto militar está bem e recomenda-se, pois, esses dois militares vão estar presentes no Campeonato do Mundo na China.

SPORTSMÍDIA 

 

Partilhar com amigos

Comentários

comentarios

Leave a Comment

(required)

(required)

16 − 4 =